livro

Oiii meus amores ūüôā Dei uma passadinha para come√ßar mais uma se√ß√£o no blog. Quem me conhece sabe que eu ¬†amo livros. Um dia eu posto foto da minha biblioteca para voc√™s *-* √Č uma paix√£o desde crian√ßa, preferia livros a brinquedos. Como √© algo que faz parte de mim, decidi compartilhar com voc√™s algumas leituras que eu certamente recomendo. Espero que curtam! Ah, e quem j√° tiver lido e quiser deixar coment√°rio do que achou da hist√≥ria fica √† vontade.

Escolhi começar com um dos meus xodós <3 Esse livro eu comprei pela internet, dei uma volta no site de uma livraria e lá tinha vários livros em promoção, além disso, a medida que eu ia comprando, ainda ganhava mais desconto. Nem preciso dizer que fiz  a festa nesse dia, aproveitei que tinha um dinheirinho extra e caí de cara nas leituras. Me apaixonei pela capa, o resumo da história também era legal. Quando a caixa chegou que eu abri e tive aquele momento de vomitar arco-íris com o cheiro de livro novo, veio uma decepção: o livro era em poesia, não que eu não goste de poesia, mas entendam: eu já tinha idealizado a história antes mesmo de receber a encomenda hahaha

A Lisa Schroeder mora em Oregon com a fam√≠lia e um dos seus diferenciais como escritora √© que ela escreve em versos. E ela dedica o livro a todos que n√£o tem medo, porque a hist√≥ria fala sobre isso: medos, escolhas… Conta a hist√≥ria de Amber e Cade, os dois vivem um momento de suas vidas de decis√£o, aquele momento em que s√≥ queremos sair e ter um espa√ßo s√≥ para n√≥s e pensar na vida. Foi o que eles fizeram e o que permitiu que seus caminhos se encontrassem. Logo de in√≠cio me interessei pela leitura pois de cara me identifiquei coma ¬†protagonista:

Certas manh√£s.

√Č dif√≠cil sair¬†

Da cama.

O sono te seduz

Como um estranho

Que oferece um doce.

Vem comigo.

Tudo vai dar certo.

Eu prometo.

Então começa a aventura. O bom da leitura é que ela vai fluindo como se respirássemos a história. Aos poucos você descobre por que Amber quer fugir, mas também anseia por ficar. Quando ela encontra Cade no Oceanário, aí você começa a se perguntar: E agora? Como se não bastasse, ele também tem um segredo e a gente fica querendo saber sobre a vida desse rapaz misterioso, mas que de alguma forma, passa a compreender tão bem a garota. E o romance não poderia faltar:

Eu me interesso pelo fato

Que ele est√° se ferindo,

Mesmo que eu não saiba por quê.

Eu quero ajud√°-lo.

Por isso estou aqui,

Querendo saber o que ele est√° fazendo.

Ele é como eu.

Quero saber mais.

Eu o compreendo.

Eu quero ajud√°-lo.

Na medida em que aquele dia vai passando, suas hist√≥rias passam a se encontrar de alguma forma n√£o s√≥ o fato de que eles tem bastante coisa em comum tamb√©m, mesmo que eles tenham feito um pacto de n√£o falar nada sobre seus problemas. O bom √© que n√£o d√° para se confundir com as informa√ß√Ķes, aos poucos Lisa insere os elementos que precisamos para conhecer a hist√≥ria. E quando descobrimos o que se passa com Cade √© imposs√≠vel n√£o chorar. A quest√£o n√£o √© a raz√£o, mas a forma como somos apresentados √† verdade. No final do dia, eles sabem exatamente o que fazer. E assim com Amber, tamb√©m teremos o desejo de

tentar abraçar

este dia

que vem depois

                                                                                           do dia de ontem.

Essa é a minha dica de hoje, espero que gostem :*

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.